Postagens

DEPENDÊNCIA EMOCIONAL

Imagem
A dependência emocional acontece quando um indivíduo projeta suas expectativas em outras pessoas, passando a depender do outro para se sentir feliz, capaz, para tomar decisões e até mesmo para se sentir amado. No fundo, o dependente emocional sente muito medo de assumir a responsabilidade sobre sua própria vida, de tomar decisões erradas e de ser rejeitado. Os sintomas mais comuns da dependência emocional são: – Dificuldade para tomar decisões sozinho, mesmo as mais simples; – Dificuldade de dizer não e discordar das pessoas, por medo de ser rejeitado; – Hábito de se colocar sempre em segundo plano e fazer tudo pelos outros, com o objetivo de sempre manter a pessoa por perto e alimentar a dependência; – Incapacidade de se sentir bem quando está sozinho; – Ciúme exagerado e exigência de atenção exclusiva do parceiro; – Insegurança no relacionamento e hábito de ser possessivo e controlador; – Incapacidade de reconhece seu valor, sempre dividindo o mérito de suas conquistas com outra pess

Relacionamento Abuso, como identificar?

Imagem
É possível estar em um relacionamento abusivo e não perceber? Sim: como o abuso não acontece apenas através da violência física e verbal, é preciso estar atento para sinais mais sutis, que caracterizam o abuso psicológico ou emocional. Esse tipo de abuso acontece quando uma das pessoas na relação tenta controlar a outra, manipulando o seu senso da realidade ou a sua visão do que é aceitável e do que não é. Geralmente, está ligado a ameaças projetadas para forçar a vítima a concordar com o desejo do abusador. Portanto, fique alerta se notar que o parceiro: - faz pouco caso de suas conquistas; - ridiculariza suas opiniões e gostos; - afirma que apenas ele pode lhe amar e aceitar, do jeito que é; - pede que você se afaste de amigos ou familiares; - faz você se sentir culpada pelas reações agressivas dele; - grita ou desconta a raiva em objetos; - alega que teve uma atitude desequilibrada porque estava estressado ou bêbado; - manifesta ciúmes com muita frequência e por bobagens; - vigia se

Sintomas de Esgotamento

Imagem
Tudo começa de forma discreta e não damos a devida importância, achamos que é apenas cansaço e assim que tivermos um tempo tiramos uma folga para relaxar e tudo ficará bem! O esgotamento emocional pode ser, simultaneamente, físico e psíquico. Há um grande cansaço, acompanhado por uma sensação de vazio e pela dificuldade em lidar com as emoções. Ou seja o esgotamento emocional acontece quando sentimos que esgotaram os nossos recursos emocionais e psicológicos. Quais são os sinais e sintomas de esgotamento emocional? O diagnóstico de esgotamento emocional nem sempre é fácil, já que muitas vezes o paciente apresenta um quadro de fadiga em conjunto com outros sintomas pouco claros, que podem ser atribuídos a muitas outras perturbações. Contudo, parece consensual que, quando estamos psicologicamente desgastados, apresentamos alguns dos seguintes sinais: Irritabilidade Um dos sintomas mais evidentes do esgotamento emocional é o nervosismo, a irritabilidade

Estresse ou Ansiedade?

Imagem
Ansiedade é um alerta do corpo que nos ajuda em novos desafios, mas atrapalha quando se torna rotina. Dessa forma, é possível que a ansiedade se torne um grande problema, quando ocorre de forma frequente e rotineira. Essa resposta emocional pode estar associada a sentimentos de inquietação, medo, nervosismo e pode levar ao aparecimento de preocupações excessivas. . O estresse surge quando a pessoa não possui a capacidade adaptativa de se adaptar às demandas das circunstâncias , ou seja, a pessoa nessas situações sente-se superada e, em resposta a isso, aparecem as respostas ao estresse. A presença de estresse pode levar a sintomas emocionais, cognitivos ou comportamentais. . Conversar é a melhor opção, fale comigo por WhatsApp:(11) 95143.7335 ou acesse o site  www.psicologaonlineerika.com.br  Atendimento online e presencial.

Pensamentos Negativos

Imagem
Existem vários motivos para os pensamentos negativos “brotarem” em nossa mente. Muitas vezes eles aparecem dependendo da fase de vida pela qual a pessoa esta passando. O desemprego por exemplo, pode desencadear pensamentos negativos sobre a vida futura do individuo e sobre sua auto-estima também. Pensamentos como “não sou capaz de fazer nada” , “nunca conseguirei um emprego” podem ser comuns na me nte de quem está passando por esta situação. Outro fator que também pode ser um facilitador de pensamentos negativos é a nossa tolerância às frustrações. Decepções com as pessoas, com o trabalho e outros fatores da vida acontecem mas cada um tem o seu jeito de lidar com isso. Algumas pessoas tem baixa tolerância as estas frustrações e quando se sentem decepcionadas tendem generalizar os pensamentos negativos achando que “tudo está ruim”. A conseqüência de sempre pensar negativo poderá influenciar na qualidade de vida desta pessoa, tanto no campo emocional como em outros aspectos de sua vida

Como a terapia de casal pode ajudar você?

Imagem
Um casal não precisa de terapia simplesmente porque discute! A terapia de casal é indicada quando o casal não consegue mais resolver os conflitos sozinhos, sendo a terapia uma ferramenta que poderá ajudar a encontrar as respostas para as angústias e dúvidas relacionadas à vida conjugal. Ou seja se você sente que já esgotaram todos os recursos disponíveis na tentativa de resolver os problemas se m a ajuda de ninguém. Quanto antes um casal se abre ao apoio de um psicólogo, mais fácil é encontrar o caminho adequado.  ❤️ 💑 Vamos conversar? Psicóloga Online Erika Pasqueto Atendimento Online (Pelo WhatsApp ou Skype):(11)9 5143.7335 Atendimento Presencial: Rua Lavínia Ribeiro, 63 - Água Rasa, São Paulo - SP, 03351-110 #Psicóloga #PsicólogaErikaPasqueto #Terapeuta #PsicólogaOnline #PsicólogaAtedimentoOnline #Depressão #TerapiaparaAdultos #TerapiaParaCasais #TerapiaFamiliar #TerapiaParaCrianças #TerapiaParaAdolescentes

Qual a relação entre a Síndrome do Pânico e a Ansiedade?

Imagem
Ansiedade faz parte da vida e todos a experimentam em algum nível. Os problemas começam quando a ansiedade se torna excessiva, ou seja, acima do normal. Aí podem surgir problemas que são chamados de transtornos de ansiedade. A síndrome do pânico é um transtorno de ansiedade. Portanto a relação entre síndrome do pânico e ansiedade é uma relação direta. Sendo a ansiedade em excesso a base da síndrome do pânico. Psicóloga Online Erika Pasqueto Atendimento Online (Pelo WhatsApp ou Skype): (11)9 5143.7335 Rua Lavínia Ribeiro, 63 - Água Rasa, São Paulo - SP, 03351-110